Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: IX
Nº: 421

Espaço Literário: "Andorinhas" por Catarina Crocker Voltar

      ANDORINHAS

 

Contemplo a beleza,

Não a paisagem,

Nem o objeto,

Mas a tua contemplação da paisagem,

O teu olhar repousado,

Pensamento irrequieto.

 

Oiço, de forma ampliada,

Os gritos das andorinhas,

Neste fim de tarde alvoraçado,

Como que a tentarem vasculhar

O gesto aparentemente calmo,

Dentro da tua introspecção,

Contemplação desviada.

 

Oiço a tristeza,

Não da paisagem,

Nem do objeto contemplado,

Mas do teu peito destroçado,

As tuas dúvidas ,

Nas asas destas aves levantadas.

 

Gritos da alma  inconformada,

Piam enquanto voam desaustinadas:

Porquê? O quê? Para quê?

Perguntas com cada lágrima guardada.

 

São afinal estes sobressaltos,

destas andorinhas perplexas,

que podem mudar rumos

neste fim de tarde perturbado.

 

Peço-te que dirijas aí o voo da tua atenção

Repousado antes no belo regresso das aves desnorteadas

E no seu acordar esperançado.

- 19 mai, 2020
- Catarina Crocker