Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: IX
Nº: 436

Sistema de mobilidade “tem interessados” que “precisam de esclarecimentos” Voltar

REUNIÃO. Na reunião extraordinária do elenco camarário covilhanense foi aprovada a prorrogação do prazo para a conclusão dos trabalhos na estrada do Porcim e o apoio financeiro a cinco coletividades

O concurso público internacional para o sistema de mobilidade da Covilhã “tem várias empresas interessadas que estão a pedir esclarecimentos e informações para que possam apresentar as suas propostas, tendo o prazo sido prorrogado até outubro”, avançou Serra dos Reis, em declarações aos jornalistas, após a reunião privada do elenco camarário, na sexta-feira, dia 31 de julho.

O presidente em exercício esclareceu que a prorrogação do prazo em mais 30 dias “está relacionada com dificuldades das empresas na apresentação das suas propostas já que grande parte do concurso decorreu no período alto da pandemia”.

O Concurso Internacional tem um valor base de licitação de 8 milhões de euros, para uma concessão de 10 anos não renovável. A empresa que ficar responsável pelo sistema de mobilidade, além dos serviços de transporte, fica com o estacionamento subterrâneo e à superfície, com a mobilidade suave, nomeadamente bicicletas e trotinetas, com os elevadores e funiculares.   

 

Estrada do Porcim

“Condições adversas suspendem trabalhos”

A Câmara Municipal da Covilhã suspendeu a realização dos trabalhos na estrada do Porcim, que liga São Jorge da Beira a Casegas, enquanto “prevalecerem condições adversas, decorrentes das condições climatéricas”. “O Governo aprovou que, entre 1 de julho e 30 de setembro, não se poderão realizar  trabalhos, nem usar maquinarias que possam originar perigo de incêndio, nas zonas rurais. As proibições são ainda mais latas, nos períodos de alerta vermelho”, explicou o presidente em exercício, Serra dos Reis.

Esta paragem forçada da obra será aproveitada para “a autarquia e o adjudicatório procederam a adaptações do projeto para o melhorar, nomeadamente os Planos de trabalhos e o cronograma”, disse o autarca, acrescentando que “foi prorrogado o prazo de execução do projeto” .

A primeira fase da requalificação da estrada do Procim, lançada em 20 de julho pela autarquia covilhanense contempla trabalhos de terraplanagem, drenagem e execução de base do pavimento e representa um investimento de 148 mil e 203 euros, com IVA incluído.

A requalificação da estrada do Porcim permite encurtar distâncias em “cerca de meia hora” entre a zona do Couto Mineiro e a sede do concelho.

 

- 04 ago, 2020