Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: IX
Nº: 444

Merecia mais: Oleiros só caiu nos penalties contra o Gil Vicente Voltar

A equipa da ARC Oleiros, teve ontem, na 3ª eliminatória da Taça de Portugal, aquela que esteve muito perto de ser uma tarde de sonho. Depois de eliminar Fátima e Mirandela nas duas primeiras eliminatórias, a equipa era uma das duas únicas equipas do distrito ainda presentes na prova, a par do Sporting da Covilhã (joga segunda em casa do Salgueiros). A missão era difícil, receber em sua casa a equipa do Gil Vicente, da Primeira Liga.

Mas o que vimos em campo não foi uma diferença de divisões. Houve equilíbrio, emoção e mais uma pitada de sorte nessa mistura e o Oleiros teria mesmo seguido em frente até porque teve e criou oportunidades para tal façanha. Bateu-se de igual para igual, mostrou qualidade e mostrou também o porquê de ser um dos principais favoritos da sua série do Campeonato de Portugal a ficar na nova 3ª Divisão que irá surgir com a reformulação das provas nacionais no ano que vem.

Deste equilíbrio só poderia sair um resultado: empate a zeros. Manteve-se nos 90 minutos, manteve-se no prolongamento, mesmo com 4 minutos a jogar reduzido a dez por expulsão de Elisson, e só os penalties trouxeram um resultado que um Gil Vicente de primeira não fez o suficiente para merecer, a passagem à próxima fase. Denis defendeu dois penalties e o Gil seguiu em frente.

Para trás fica mais uma belíssima exibição do Oleiros, que merecia mais. Muito mais!

- 21 nov, 2020
- Fernando Gil Teixeira