Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 376

Ilustrações dão cor à Casa dos Magistrados Voltar

CULTURA. Exposição de ilustrações «O Tom das Histórias», de Mariana Matos e Tiago Dias, alunos do último ano da licenciatura de Design Multimédia da UBI, na Galeria António Lopes na Casa dos Magistrados, já foi inaugurada e vai, através do seu mundo imaginário, encher a Covilhã de cores e sonhos até ao dia 30 de abril

Decorreu na passada semana, a inauguração da exposição de ilustração «O Tom das Histórias», dos jovens estudantes de Design Multimédia da UBI, Mariana Matos e Tiago Dias. De referir que esta exposição se insere na sequência do festival Industrial Covilhã Art Fest, que começou há algumas semanas e se prolongará também por todo este mês e até dia 18 de maio, data da última actividade deste novo projecto, que se tem revelado um imenso sucesso. Um dos próximos eventos do Industrial - Covilhã Art Fest, e dos mais esperados, será dia 27 de abril na Companhia Club às 22,30 horas, que contará novamente com a presença destes dois jovens Tiago Dias e Mariana Matos, assim como participações de Cristina Bellia, Maria Gomes e do Ciclo Preparatório.

Em relação a esta exposição, os jovens foram peremptórios em elogiar e agradecer o convite para poderem mostrar o seu trabalho, e, em declarações ao Fórum Covilha, referiram que “é sempre muito bom dar a conhecer o nosso trabalho, sobretudo na cidade onde se vive e não fazia sentido ser apenas um artista a expor se podiam ser dois artistas que pretendem interagir com as pessoas e dar a conhecer a sua arte à cidade e a todos os que a vêm visitar”. Entrando na exposição notam-se várias diferenças nos trabalhos dos dois autores, sendo que os próprios reconhecem as diferenças quando convidados a caracterizar o seu trabalho. Mariana Matos considera o seu “como algo fluído, alegre, com cores suaves, contudo, ainda em construção e em evolução, porque sei que tenho aspetos a melhorar e a aprender”, sendo o mesmo “uma tentativa de transmitir algo”. Já Tiago Dias define o seu trabalho com uma palavra: «Evolução», já que o mesmo é “uma constante evolução e a procura de um estilo que defina a minha arte, coisa que, se pode perceber facilmente nos meus trabalhos expostos, que reúnem vários estilos diferentes, em que todos conseguem contar as histórias de maneira muito distintas, mas que mostram uma constante demanda pelo jeito certo de as contar à minha maneira”. Quanto à importância da licenciatura de Design Multimédia para este trabalho ser possível, apesar de o curso não estar diretamente ligado a Ilustração, os mesmos consideram que “não deixa de ser fundamental aquilo que aprendemos no curso, muito pelo contrário porque os programas que usamos necessitaram de uma base para conseguirmos trabalhar com eles, algo que o curso nos deu e tudo o que nos trouxe é essencial para que possamos evoluir no campo da ilustração e saber desenvolver outros projetos”.

Para terminar, ambos analisaram a importância que tem poderem criar ilustrações e mundos novos para os livros infantis e para as crianças que terão a oportunidade de os ler e perderem-se nas suas imagens. Tiago Dias revelou-nos que “para ilustrar uma história para uma criança é necessário pensar como se fôssemos uma, percebendo aquilo que gostariam de ver numa história”, um processo “incrível que exige sermos espontâneos e curiosos, deixando a criatividade e a imaginação tomarem conta de nós”.  Já Mariana Matos, fala em “magia”, sendo preciso fazer as crianças “sentirem-se no mundo no qual a história se conta e fazer com que a ilustração ganhe vida e cor na mente delas e as marque positivamente, fazendo com que se lembrem da mesma e das suas ilustrações um dia mais tarde como algo bom e que as fez feliz”. A exposição estará na Galeria António Lopes, na Casa dos Magistrados, até dia 30 de abril, podendo ser gratuitamente visitada todos os dias da semana, nos horários anunciados no cartaz.

 

 

 

 

- 09 Abr, 2019
- Fernando Gil Teixeira
}