Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 396

Alunos de Aeronáutica vencem concurso aerospacial internacional Voltar

TRIUNFO. Alunos da UBI conquistaram prémio principal do «Nanostar Student Challenges», com o projeto «Moon Invaders». O concurso contou com 15 equipas de estudantes que foram desafiadas a projetar um trabalho preliminar de uma missão espacial à Lua e a melhor proposta foi apresentada pelos alunos de Mestrado Integrado da UBI

Cinco estudantes da UBI e um aluno de mobilidade desenvolveram o projeto «Moon Invaders», que conquistou o prémio principal do «Nanostar Student Challenges».

O Projeto «Moon Invaders», concebido por uma equipa de alunos em Engenharia Aeronáutica da Universidade da Beira Interior (UBI), venceu a primeira fase do Concurso Nanostar Student Challenges, organizado por universidades, clusters aeroespaciais e entidades ligadas à Agência Espacial Europeia.

A primeira fase do concurso contou com 15 equipas de estudantes que foram desafiadas a projetar um trabalho preliminar de uma missão espacial à Lua.

A melhor proposta foi apresentada pelos alunos do Mestrado Integrado da UBI, Pedro Dente, Flávio Rosa, Gustavo Ribeiro, Emanuel Castanho e Francisca Oliveira. A equipa que desenvolveu o projeto é ainda constituída por Jorge Benedicto, estudante da Universidad Politécnica de Madrid, que se encontra em período de mobilidade na UBI, ao abrigo do Programa Erasmus+, desde setembro de 2018.

Com este triunfo, os subsistemas do satélite de Moon Invaders em desenvolvimento na UBI servirão de base para vários subsistemas de um nano-satélite, por parte de outras universidades envolvidas no Nanostar.

Os estudantes da Faculdade de Engenharia vão ter ainda oportunidade de coordenar futuros projetos Nanostar, enquanto «Equipa Líder de Engenharia de Sistemas».

Está também contemplada, com este triunfo, a apresentação do trabalho no Simpósio sobre Atividades Educativas Espaciais, na Universidade de Leicester, no Reino Unido, em setembro deste ano.

O projeto Nanostar resulta de um consórcio composto por sete universidades de Portugal, entre as quais a UBI, Espanha e França, dois clusters aeroespaciais e por três Centros de Incubação de Empresas da Agência Espacial Europeia. Proporciona aos estudantes a experiência de participarem num processo de engenharia espacial real e capacitá-los ao mais alto nível com competências em engenharia espacial. Tem financiamento europeu, através do Programa INTERREG, num montante de dois milhões de euros.

- 11 Jun, 2019
- Ricardo Tavares