Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 396

(De)construction, a segunda vida das nossas roupas Voltar

MODA: A UBI tem através dos seus alunos de Design de Moda tentado implementar práticas de moda sustentável e baseada na reutilização de materiais e peças já existentes. Tiago Matos e Joana Madaleno, autores de uma dessas novas criações falaram em exclusivo ao Fórum Covilhã sobre o trabalho que desenvolvem

Os alunos de segundo ano de Design de Moda da Univesidade da Beira Interior, como já havia sido noticiado, desenvolveram peças reutilizadas através de outras já existentes, na unidade curricular de Moda Sustentável, tendo apresentado o seu trabalho ao público na Tinturaria no mês passado.

O Fórum Covilhã esteve à conversa com Tiago Matos e Joana Madaleno, autores da peça (De)construction, já que foram estes os escolhidos pela docente da respectiva unidade curricular para apresentar a respectiva peça aos microfones da RTP, canal de televisão que acompanhou essa mesma apresentação no último mês. Ambos são covilhanenses e Tiago Matos foi peremptório ao referir que a “moda é algo que me interessa e fascina e nada melhor do que fazer o que se gosta e na nossa terra”, revelando que fazia todo o sentido seguir o seu sonho na Covilhã que o viu nascer existindo essa possibilidade. Joana Madaleno revelou ter consciência de que esta “não é uma área fácil”, requerendo “muito empenho” e tendo “presente que não se pode desistir à primeira dificuldade”, acreditando que irá encontrar o seu lugar nesta área da Moda.

Esta arte de dar uma nova vida às nossas peças de roupa consiste num processo de upcycling, que o próprio Tiago Matos explicou mais em pormenor, referindo que este é uma “técnica de criar algo com valor a partir de algo que não utilizamos, como roupa velha ou que já não gostamos”, sublinhando que a palavra-chave deste trabalho é mesmo “recriar”. Foi assim que surgiu a peça (De)construction, que Joana Madaleno explica desde o processo da concepção da ideia até à concretização final. “Para a nossa peça queríamos inspirar-nos num estilo mais street, onde optámos por usar apenas ganga e onde acrescentámos ainda alfinetes, para de certa forma ir ao encontro da tendência do uso de acessórios na roupa”, é assim que a mesma descreve todo este processo, revelando satisfação com o resultado final, onde se criou “algo diferente misturando algumas tendências”.

Sobre o reconhecimento que este trabalho tem atingido e sobre a oportunidade de o apresentar na televisão, Tiago Matos referiu que estava “muito nervoso”, mas que esta foi  “uma ótima oportunidade de expor os nossos trabalhos e chegar até mais gente tanto enquanto técnica como com o trabalho em si desenvolvido”, revelando-se satisfeito com os elogios recentes, que “são sempre bem vindos claro”. Surgiu ainda a ideia de a Câmara Municipal da Covilhã disponibilizar um espaço para os alunos de Moda da UBI poderem receber o público e conceber peças novas ou reutilizar antigas por um preço simbólico. Joana Madaleno recebe esta ideia com agrado, referindo que “seria uma óptima iniciativa”, porque é importante mostrarem o seu trabalho ao público e receberem “opinião de fora”, já que para a aspirante a designer de moda “é uma forma de melhorar o nosso trabalho e desta maneira melhorar com as críticas, algo fundamental para o nosso crescimento”.

 

- 23 Jul, 2019
- Fernando Gil Teixeira