Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 385

FORMAR PARA GANHAR – UMA PERSPETIVA DE FUTURO Voltar

Esta semana o projeto GD Mata/AAUBI foi distinguido como entidade formadora 4 estrelas! Até ao momento, apenas 3 clubes (CF Sassoeiros, CR Leões de Porto Salvo, ADCR Caxinas e Poça da Barca) alcançaram a classificação 5 estrelas. Dentro do lote das 4 estrelas, para além do GD Mata/AAUBI estão mais 2´clubes, Vitória Clube Santarém e Viseu 2001 ADSC.

Claramente, e após 5 anos de existência, é um prémio e reconhecimento para todas as pessoas que trabalharam para que tal acontecesse.  Esta certificação é obrigatória para clubes que queiram participar nos campeonatos nacionais na época 2020/2021 e tem diversos parâmetros avaliativos, tais como: Planeamento e Orçamento; Estrutura organizacional e Regulamento Interno; Recrutamento e Angariação; Formação Desportiva; Acompanhamento Médico-Desportivo; Acompanhamento Escolar, Pessoal e Social; Recursos Humanos; Instalações e Logística; Produtividade. Para além disso, para se ser entidade formadora 4 ou 5 estrelas é necessário ter: Uma equipa Sénior; Ter pelo menos 1 equipa em cada 1 dos escalões de Juniores a Infantis, bem como atividade registada nos escalões de Benjamins, Traquinas e Petizes; Ter, ou ter tido em pelo menos uma das 3 últimas épocas desportivas, pelo menos 1 equipa a disputar provas de âmbito nacional. Com isto pretendo demonstrar a capacidade e potencial que a Academia GD Mata/AAUBI tem no presente. Quem sai a ganhar? Os jovens que frequentam a academia, pois atualmente vive-se um contexto altamente vantajoso para que se desenvolvam todas as capacidades necessárias para a prática desportiva. No imediato seria mais fácil recrutar jogadores de outras zonas/clubes para a equipa sénior, mas é clara intensão do projeto que a equipa Sénior seja alimentada pelos jovens que vão despoletando na academia. É um processo mais demoroso e que vai envolver ainda mais trabalho, mas acredito que irá trazer muita qualidade e sustentabilidade no futuro. É necessário existir muita competência e critério em todas as etapas de formação e que acima de tudo os jovens acreditem, lutem diariamente e que saibam lidar com o insucesso.

Para finalizar, dar os parabéns à Federação Portuguesa de Futebol por esta iniciativa e em ter criado a obrigatoriedade neste processo de certificação. Desta forma, na minha opinião, consegue-se que todos os clubes cumpram com determinados requisitos que são importantíssimos para uma formação de qualidade e sustentável dos jovens portugueses. Assim, espera-se que cheguem à idade sénior com mais vivências e melhores jogadores para que sejam aposta nos diversos clubes nacionais.

 

Dário Gaspar

Treinador dos seniores do GD Mata/AAUBI

- 16 Jul, 2019
- Dário Gaspar
}