Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 392

Rotas Beirãs: Penha Garcia, um paraíso entre rochas e fósseis Voltar

Penha Garcia é uma pequena freguesia do concelho de Idanha-a-Nova, bem nas extremidades do nosso distrito e já bem perto da fronteira que fazemos com os nossos vizinhos espanhóis. Durante muitos anos serviu inclusivamente de um posto privilegiado de defesa para travar os avanços espanhóis na região. A maior magia que este local carrega deve-se provavelmente às grandes rochas que a rodeiam e que junto à sua barragem criam um autêntico vale rochoso que foi transformado numa praia fluvial ímpar e de caraterísticas únicas, com uma pequena cascata que impressiona qualquer um, dada a sua naturalidade e altitude de onde começa a brotar água até cá a baixo. Além disso, o facto de ainda permanecerem algumas das suas muralhas traz-lhe aquele elemento histórico que nesta povoação nunca se perdeu e da qual ainda hoje vive. Mesmo lá em baixo, ainda existem alguns casebres em pedra que são hoje atrações turísticas para quem visita Penha Garcia, sendo que um deles ainda hoje alberga um moínho em pleno funcionamento e outro uma verdadeira casa de bonecas e brinquedos artesanais em madeira.

Outra caraterística icónica deste local é o legado que a natureza decidiu deixar nele. Estas rochas quartzíticas com 490 milhões de anos imagine-se bem, possuem fósseis encrostados e que estão visíveis, marcas com milhões de anos de organismos invertebrados, que são chamados de «cobras pintadas» ou «icnofósseis» e que atraem muitos investigadores para os analisar, dada a sua rara preservação passados tantos anos, sem qualquer intervenção do homem nesse processo.

Claramente, um local digno de uma visita atenta e demorada!

 

- 08 Out, 2019
- Fernando Gil Teixeira