Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 399

"Rotas Beirãs": Sobral de São Miguel, “o coração do xisto” Voltar

Sobral de São Miguel é uma das freguesias covilhanenses mais icónicas e únicas e os motivos não podiam estar mais à vista para quem perde um pouco do seu tempo para conhecer a mesma. A origem desta freguesia aconteceu ainda na época romana, desenvolvendo-se na mesma época das Minas da Panasqueira que empregavam muitos habitantes de Sobral de São Miguel. A sua população já chegou a ser de 1.500 habitantes mas actualmente e no último recenceamento já tinha apenas 400, número que se calcula que nos próximos censos de 2021 seja bastante mais reduzido. Já em relação ao seu nome, ele nem sempre assim foi j que até 1888 a aldeia pertenceu à freguesia de Casegas, tornando-se independente apenas a partir dessa data.

Esta freguesia é conhecida como “O coração do xisto”, isto porque é uma das aldeias portuguesas com mais edifícios em xisto. Faz por isso parte da Rede de Aldeias do Xisto do nosso país, de maneira a se preservar e potenciar ao máximo este património tão único e especial. Esta aldeia é ainda conhecida pela sua oferta gastronómica, nomeadamente a ginja, o pica de chouriço, a sardinha ou o bacalhau, para além do mel e do pão de forno a lenha.

A sua proximidade ao rio e neste caso à Ribeira do Porsim, faz com que a mesma também seja o local ideal para uns bons mergulhos, para além de uns belos passeios para quem aprecia este lado mais histórico e rural do nosso país e principalmente da nossa região.

Escolham Sobral de São Miguel como o vosso próximo passeio de fim-de-semana enquanto o tempo ainda é convidativo a saídas e passeios e percorram as ruas e ruelas da aldeia para se perderem e apaixonarem por ela à primeira vista!

 

.

 

- 22 Out, 2019
- Fernando Gil Teixeira