Fundadores: Vitor Aleixo e Ricardo Tavares
Diretor: Vitor Aleixo
Chefe Redação: Ricardo Tavares
Ano: VII
Nº: 399

Fatela Sónica, o novo palco alternativo da região Voltar

MÚSICA. Primeira edição deste novo festival de música da freguesia fundanense da Fatela aconteceu este sábado e correu muito bem, prevendo-se já a sua continuação

Este sábado, na freguesia fundanense da Fatela, decorreu a primeira edição do novo festival de música da região, o «Fatela Sónica». Este festival pretende trazer à região e ao concelho música e artes alternativas, sendo considerado pela organização um autêntico “festim”.

As bandas presentes nesta primeira edição foram: Patrulha do Purgatório (vindos do Algarve e com membros da Fatela também), Mata-Ratos (banda também já com muitos anos de palco com elementos da Fatela e de Lisboa), Queers of Rock and Roll (provenientes de Castelo Branco), Gary Yamamoto & Saci Pereré (do Sabugal, distrito da Guarda), Taberna (vindos de Vila Franca de Xira), Grito (banda alternativa portuense) e INИO中I∀H! (a banda internacional desta edição, vinda directamente da Galiza). Esteve ainda presente o alternador de discos André Almeida da “Chaos Factory” (Castelo Branco). Importante ressalvar a aposta em bandas da região, mas também a capacidade de logo na primeira edição trazer bandas de fora e inclusive internacionais.

Este festival contou ainda com uma exposição de fotografia de Raquel Gonçalves e com várias bancas de vendas e também de tatuagens, algo que tem completamente a ver com o estilo e a alma do próprio festival.

Falta agora saber se haverá lugar a novas edições no futuro.




- 28 Out, 2019
- Fernando Gil Teixeira